IMPERDÍVEL| O Espetáculo “Cavaco e Sua Pulga Adestrada”, com Libras e audiodescrição promete divertir toda a família

Palhaço músico e sua pulga adestrada são as estrelas de divertido espetáculo gratuito que vai circular por praças e parques de várias cidades da Região Metropolitana do Recife em projeto incentivado pelo Funcultura.

Imagina uma pulga cheia de habilidades circenses! A pulga Maria, adestrada pelo palhaço Cavaco (Anderson Machado), um antigo dono de circo, é assim. Pois estas duas personagens engraçadas estarão circulando por praças e parques de cidades da Região Metropolitana do Recife e o melhor de tudo, algumas apresentações contarão com acessibilidade comunicacional (Libras e audiodescrição) da VouVer Acessibilidade. Você não pode perder!

Anote na sua agenda e não perca as apresentações acessíveis:

15/10 (quinta-feira) (com audiodescrição e Libras)
São Lourenço da Mata, Praça do Canhão – 16h

17/10 (sábado) (com audiodescrição e Libras)
Pracinha de Boa Viagem – 19h

15/11 (dom) (com audiodescrição e Libras)

Praça do Arsenal -16h

EQUIPE DE ACESSIBILIDADE

Coordenação: VouVer Acessibilidade

Audiodescrição (roteiro e locução): Andreza Nóbrega

Consultor: Milton Carvalho

Intérprete de Libras: Mirella Xavier e Ana Borges

Fotografia colorida do palhaço Cavaco que segura um cavaquinho próximo ao ouvido como se fosse um telefone.

SINOPSE

No enredo do espetáculo “Cavaco e Sua Pulga Adestrada”, Cavaco é um antigo dono de circo que acabou falido ao perder todos os seus artistas e decide reconstruir sua carreira com a pulga Maria. Transportando o público para o universo lúdico e mágico do circo, a pulga chega de paraquedas, faz música experimental com panelas, cospe fogo e doma uma fera feríssima, entre outras habilidades que aprendeu ao longo de sua carreira. Cavaco, o excêntrico domador, faz a costura dos números com música ao vivo, malabarismo, magia e comicidade. Ao melhor estilo do artista popular, é estabelecido um jogo de interação e improvisação com a plateia que participa do espetáculo até o final, esperando a incrível pulga ser lançada do canhão para o espaço sideral. Com roteiro, atuação e cenografia de Anderson Machado (Cavaco), e direção de Helder Vasconcelos, este é um espetáculo de humor ingênuo para divertir toda a família! A trilha sonora original é de Adriana Milet, com figurino de Luciano Pontes. Marcella Malheiros assina a produção executiva do projeto.

SOBRE O GRUPO

A Caravana Tapioca surgiu da união dos artistas Anderson Machado e Giulia Cooper buscando mesclar teatro, malabarismo, mágica, palhaçaria e música no processo de investigação e criação dos seus trabalhos, como “O Circo de Lampezão e Maria Botina” e “Flor do Lixo”, entre outros. Desde 2010, a dupla vem se apresentando em palcos e picadeiros de todo o Brasil, realizando também diversas turnês pelo agreste e sertão pernambucano, pesquisando o circo-teatro na rua como forma de democratização da arte e quebrando a rotina das cidades. Desde 2010 Anderson Machado integra também a trupe dos Doutores da Alegria Recife.

Assessoria de Comunicação do espetáculo: Leidson Ferraz (81) 3222 0025 / 9 9292 1316.

Audiodescrição|Flyer sobre fundo azul claro do espetáculo “Cavaco e sua Pulga Adestrada”, designer e ilustração de Java Araújo. Na margem superior, centralizada, a logo da Caravana Tapioca. Em letra cursiva, na cor preta, as palavras “Caravana Tapioca”, separadas pela ilustração de um circo vermelho sobre duas rodinhas, com faixas verticais no topo da lona em azul e branco e uma bandeirinha vermelha hasteada.

Abaixo, em letras maiores, “Cavaco e Sua Pulga adestrada”. Em letras menores:  www.caravanatapioca.com

Ao centro e ocupando 2/3 da imagem, a ilustração de um palhaço de cabeça retangular e queixo pontudo, sorri de perfil para a esquerda. Ele toca um cavaquinho e está com uma pulga pequenina no cotovelo direito. Carrega nas costas um instrumento típico e muito utilizado nos circos tradicionais, composto por uma zabumba conectada a um chimbal (dois pratos de bateria montados face a face). O palhaço usa um chapéu de aba curta preto, um nariz vermelho redondo, camiseta amarela com botões vermelhos, calça rosa de cintura alta com um suspensório, sapatos grandes e pontudos em tom de vermelho esfumaçado. As pernas são arredondas, as coxas são grossas e as batatas da perna também. A perna direita está levantada  e a outra semiflexionada, como se andasse.  Encostada a cada perna, há uma grande buzina com uma cifra musical acima delas. Em segundo plano, um paredão de casas azuis com janelas brancas. Algumas de um pavimento, outras de dois ou três, com predominância de telhados triangulares. Ao fundo, num tom de azul mais claro, como se fosse uma marca d’água, várias árvores.

Abaixo da ilustração, sobre uma tarja em tom de azul mais claro, há a agenda do espetáculo. Três delas estão com logos informando que a apresentação terá Libras e audiodescrição:

15/10 (quinta-feira) (com audiodescrição e Libras)
São Lourenço da Mata, Praça do Canhão – 16h

17/10 (sábado) (com audiodescrição e Libras)
Pracinha de Boa Viagem – 19h

15/11 (dom) (com audiodescrição e Libras)

Praça do Arsenal -16h

Demais apresentações:

10/10 (sábado)
Parque Dona Lindu – 16h e 19h

11/10 (domingo)
Parque da Jaqueira – 16h

12/10 (segunda-feira, Dia das Crianças)
Parque da Jaqueira – 10h

13/10 (terça-feira)
Jaboatão dos Guararapes, Praça Nossa Senhora do Rosário – 16h

16/10 (sexta-feira)
Itamaracá, Campo de Vila Velha – 19h

08/11 (dom)

Praça do Carmo – 18h30

15/11 (dom)

Parque Treze de maio- 10h

29/11

Praça de Camaragibe