DIVULGADA A PROGRAMAÇÃO DO CINE ÀS ESCURAS

CINE ÀS ESCURAS CHEGA À SUA SEGUNDA EDIÇÃO

Mostra erótica acessível reúne curtas-metragens, um longa-metragem, oficina e mesa de debate para tratar da sexualidade. Evento acontece na UFPE e no Cinema do Museu/FUNDAJ nos dias 4 a 8 de julho. A entrada é gratuita e a censura é de 18 anos

 

            Tratando da manifestação da sexualidade, Recife recebe a segunda edição do Cine Às Escuras – Mostra Erótica de Cinema Acessível, nos dias 4 a 8 de julho. O evento, pioneiro no estado, tem por objetivo o protagonismo e empoderamento dos corpos e desejos, tendo como foco a inclusão de pessoas com deficiência. As sessões acontecerão no Cinema do Museu/FUNDAJ e traz curtas de diversos lugares do Brasil e um longa-metragem paraibano. Já no Centro de Artes e Comunicação da UFPE, serão realizadas a oficina Audiodescrição em Filmes Eróticos e a mesa de debate O Erótico no Cinema Pernambucano. A censura é de 18 anos. 

“O Cine Às Escuras visa ser uma referência em acessibilidade comunicacional no audiovisual apresentando todos os curtas com audiodescrição, Libras e Legendagem para surdos e ensurdecidos”, afirma a coordenadora da mostra Andreza Nóbrega, da VouVer Acessibilidade. Para sua realização, o evento conta com o incentivo do Governo do Estado através do Fundo de Incentivo à Cultura (Funcultura Audiovisual) e a participação de audiodescritores, locutores, intérpretes/tradutores de Libras, legendistas e consultores com deficiência visual e surdos.

A oficina Audiodescrição em Filmes Eróticos, acontecerá no dia 4 de julho, às 14h, no Centro de Comunicação e Artes da UFPE (CAC) e apresentará os princípios e as particularidades da audiodescrição no universo da sexualidade e do erotismo. Para isso, refletirá sobre a sutilezas da tradução de cenas, tendo como referência as produções audiovisuais da primeira edição do Cine Às Escuras. Além de provocar os participantes para experimentarem os caminhos trilhados na elaboração de um roteiro audiodescritivo de filmes. A formação será conduzida por Andreza Nóbrega, coordenadora do evento e da VouVer Acessibilidade, que é mestre em educação inclusiva e especialista em audiodescrição com pesquisa no universo erótico. Os interessados podem solicitar a ficha de inscrição através do vouverescuras@gmail.com até o dia 2 de julho.

Ainda no dia 4 de julho e no mesmo local, será realizado o debate O Erótico no Cinema Pernambucano, com os realizadores audiovisuais Chico Lacerda, Ioanna Pappou e Ruth Steyer. A roda começa às 18h, logo após a oficina, e promete trazer um histórico de filmes locais que abordam temas como o desejo e a sexualidade. Os participantes ainda vão conversar sobre a produção dos próprios curtas, além do sistema de distribuição dos mesmos e a recepção do público em geral.

            Para os dias seguintes de programação,  uma curadoria de produções foi feita por uma comissão formada pela cineclubista Amanda Ramos, a jornalista e educadora sexual Julieta Jacob, a professora de comunicação da UFPE Cristina Teixeira e a curadora Sara Mabel. Os curtas-metragens nacionais selecionados foram “Através” de Amina Jorge (SP), “Baunilha” de Léo Tabosa (PE), “Cítrica” Marjory Kumabe (SP), “Como Era Gostoso Meu Cafuçú” de Rodrigo Almeida (PE), “O Corpo Nu” de Diego Carvalho Sá (SP), “Plutão” de Daniel Nolasco (RJ), “Tupinikuirs” de Jefferson Grochovski (PR). Destaque para o longa-metragem “Batguano” (PB) de Tavinho Teixeira. O filme retrata as aventuras noturnas de “Batman” e “Robyn”, que saem à procura de michês em um futuro apocalíptico. 

 

PROGRAMAÇÃO

04/julho

Local: Centro de Artes e Comunicação da UFPE (CAC)

14h às 18h | Oficina

“Audiodescrição em Filmes Eróticos”, ministrante Andreza Nóbrega

Inscrições para participar da oficina, até 02/07 pelo link:  http://bit.ly/2seCLcA

18h às 19h45 | Mesa de abertura:

“O Erótico no Cinema Pernambucano”,

Participantes: Chico Lacerda, Ioanna Pappou

e Ruth Steyer. Mediação: Amanda Ramos

05/julho

Local: Cinema do Museu

19h30 | Sessão Cine Às Escuras:

Exibição dos curtas

“Como Era Gostoso Meu Cafuçú” (PE) e “Baunilha” (PE)

06/julho

Local: Cinema do Museu

18h | Sessão Cine Às Escuras:

Exibição dos curtas

“Plutão” (RJ) e “O Corpo Nu” (SP)

 07/julho

Local: Cinema do Museu

19h30 | Sessão Cine Às Escuras:

Exibição dos curtas

“Cítrica” (SP), “Através” (SP) e “Tupinikuirs” (PR)

08/julho

Local: Cinema do Museu

 19h30 | Sessão Cine Às Escuras:

Exibição do longa-metragem

“Batguano” (PB)

 

SERVIÇO

Cine Às Escuras – Mostra Erótica de Cinema Acessível

Dos dias 4 a 8 de julho

Centro de Artes e Comunicação da UFPE (CAC) e Cinema do Museu

Entrada gratuita

Assessoria| Victor Lacerda  (81) 971163535

Coordenação| Andreza Nóbrega (81)996169216