Chega ao fim o curso “Audiodescrição em Produtos Culturais” para os funcionários da Caixa Cultural Recife.

CURSO DE AUDIODESCRIÇÃO REALIZADO PELA VOUVER ACESSIBILIDADE 

Em agosto iniciamos um processo formativo com audiodescrição no estado de Pernambuco, o curso “Audiodescrição em Produtos Culturais”, especialmente elaborado para os funcionários da Caixa Cultural Recife, com 30 horas de carga horária. A elaboração do curso e a equipe de professores foram coordenadas por Andreza Nóbrega (VouVer Acessibilidade).

EMENTA

Estudos da tradução audiovisual, envolvendo a audiodescrição como um recurso de acessibilidade comunicacional em produtos culturais. Panorama das pesquisas e práticas da AD. Exercício prático de construção de roteiro e aplicabilidade em projetos culturais. Etapas de produção da audiodescrição e exequibilidade em projetos culturais.

EQUIPE DE PROFESSORES

Contamos com uma equipe de professores  doutores, mestres e especialistas de diferentes  áreas, todos com experiência em projetos envolvendo a audiodescrição.

Conheça a nossa equipe de professores:

Andreza Nóbrega – Diretora e coordenadora de projetos da Vouver Acessibilidade. Audiodescritora com formação pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Mestra em Educação (UFPE), com foco na inclusão social. Graduação em Educação Artística – Artes Cênicas pela Universidade Federal de Pernambuco (2009). Atualmente cursa pós-graduação em audiodescrição na Universidade Federal de Juiz de Fora. É professora da Faculdade Santa Emília no curso de Pedagogia. Atriz, membro fundadora e pesquisadora do Grupo Quadro de Cena. Tem ampla experiência na área de Arte/educação, atuando principalmente nos seguintes temas: pedagogia do teatro, audiodescrição, acessibilidade, produção e gestão cultural.

Fotografia colorida. Na sala de aula, Andreza em pé e Miton sentado.

Na sala de aula. Andreza de pé e Milton sentado, ambos olham atentamente para frente.

Na sala de aula. Andreza de pé e Milton sentado, ambos olham atentamente para frente.

Milton Carvalho – Graduado em Comunicação Social com Habilitação em Publicidade e Propaganda pela Universidade Católica de Pernambuco, onde atua como analista de mídias sociais e acessibilidade comunicacional. É consultor em audiodescrição. É pessoa com deficiência visual.

Maria do Carmo Nino –  Artista plástica, doutora em Artes e ciências da Arte pela Université de Paris 1 – Panthéon Sorbonne (1995) e graduada em arquitetura pela UFPE. Foi curadora adjunta do Rumos Artes Visuais 2001/2003 e exerceu a coordenação de artes plásticas da Fundação Joaquim Nabuco entre 2008 e 2009. Atualmente é professora da UFPE no Departamento de Teoria da Arte e Expressão Artística e também nos programas de pós-graduação de Literatura e de Comunicação. Ensina disciplinas como estética, estética e imagem e história da arte. Desenvolve pesquisa e publica na área das interseções entre linguagens envolvendo questões da imagem e da palavra, com ênfase particular na fotografia, na pintura e no cinema.

Na sala de aula. Maria do Carmo Nino fala com os braços entre abertos.

Na sala de aula. Maria do Carmo Nino fala com os braços entre abertos.

 

Lais Castro – Pesquisadora em Artes Visuais, Tradutora Visual (Audiodescritora).  Graduada em Administração de Empresas, Artes Visuais e Artes Cênicas. Pós- graduanda em Audiodescrição na Universidade Federal de Juiz de Fora. Ampla experiência em pesquisas e trabalhos na área de artes visuais e teatro. Entre diversos projetos, integrou em 2011 o projeto de  áudio-descrição para as obras do acervo do Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães, no Recife;  o projeto “Infância e Teatro de Animação: um encontro lúdico educativo” com o  “O Menino que Contava Estrelas” , em 2008, primeira peça em Pernambuco com  áudio-descrição.

Eduardo Souza –  Professor de arte e designer de exposições, pós graduando em Design da Informação/UFPE, graduado em Artes Plásticas/UFPE e formação técnica em montagem de exposições/FUNARTE –RJ. Atualmente é Professor de museografia da Faculdade AESO, realiza a produção cultural do Centro Cultural Brasil Alemanha,. É membro do coletivo de profissionais independentes que trabalham de forma cooperativada na produção, design e montagem de eventos culturais. Atua a mais de 10 anos com produções no mais diversos centros de cultura, museus e projetos.

Na sala de aula. Eduardo usa chapéu e está sentado à mesa.  Laís de pé ao lado dele.  Os alunos estão sentados ao redor da mesa.

Na sala de aula. Eduardo usa chapéu e está sentado à mesa. Laís de pé ao lado dele. Os alunos estão sentados ao redor da mesa.

Ao longo de dois meses, trabalhamos diversos conteúdos, dentre eles o que englobam o universo da pessoa com deficiência visual e das artes, as diretrizes da audiodescrição e atividades práticas de construção de roteiro e narração da audiodescrição.

No último dia do curso, realizamos um experimento com os participantes. Propusemos um estudo de caso para que os participantes simulassem conflitos e encontrassem soluções para as problemáticas apresentadas. Foi uma experiência incrível!

Nós temos o curso que você precisa. Entre em contato conosco e saiba como.

Maiores informações:

vouveracessibilidadepe@gmail.com

Andreza Nóbrega

(81) 96169216